• Sheylli Caleffi

FUI ESTUPRADA, E AGORA?

Aqui coloco alguns vídeos e artigos que podem ajudar uma vítima de violência sexual. Infelizmente é o tipo de informação que deveria ser ensinada na escola na aula de consentimento. Se quiser mais informações e grupos de apoio clique aqui!

Fui estuprada, e agora?

Pra onde vou? Hospital ou delegacia? HOSPITAL, SEMPRE! Com a participação do responsável pelo atendimento a vítimas no maior hospital de referência em saúde da mulher no Rio Grande do Sul, o médico ginecologista Jader Burtet. Ele também é responsável pelo treinamento de novos médicos.

Não existe nenhuma doença que atinga tantas pessoas no Brasil como o estupro e ainda não temos uma política publica eficiente sobre isso.

Facebook / Youtube

Diretriz do ministério da Saúde que deve ser usada no atendimento

E quando a vítima não quer falar?

É muito comum, ao ouvirmos um relato de violência, acreditarmos que sabemos melhor que a vítima o que deve ser feito. Só que isso não ajuda de fato. Muitos maridos, namorados, namoradas, amigos e parentes de vítimas me escrevem perguntando o que fazer. Aqui tem dicas :)

Facebook / Youtube


Contar também é MUITO difícil, mas é possível.

Dicas para contar o que aconteceu — caso você queira contar com a participação da Carolina Nalon, especialista em Comunicação Não Violenta.

Facebook


Assédio X Paquera

Algumas pessoas alegam ser difícil entender os limites entre assedio e paquera. Esse é um guia pra elucidar algumas dessas "confusões" Assedio Sexual e Encontro Ruim — Qual a diferença?

Youtube


Nosso grande inimigo é o silêncio.

Ja fiz algumas palestras para adolescentes e esse vídeo é sobre como falar com jovens é importante!

Facebook / Youtube


Apoio a vítimas de violência sexual

Alguns sites trazem informações para vítimas e seus familiares, bem como endereços de apoio local em diferentes cidades do país:

Grupo de Apoio a sobreviventes de violência sexual "As Incríveis mulheres que vão morrer duas vezes" no facebook

Dossiê contra a violência Sexual, onde tem muita informação de qualidade, excelente para escolas!


Mapa do acolhimento, onde você pode pedir ajuda voluntária de advogadas e psicólogas


Muitas vezes a violência sexual começa com o Relacionamento Abusivo, acompanhe esse podcast


Violência doméstica e sexual

essas duas violências estão super conectadas. A Maria Isabel Panter, que participa do nosso grupo de apoio, viveu momentos terríveis e chegou a acreditar que tirar a própria vida seria a única solução. Hoje ela está super bem e conta sua experiência.

Facebook / Youtube


Guia prático de como lidar com o sofrimento

pra quem não sabe o que fazer quando alguém conta algo terrível: a gente não tem solução para todos os problemas, especialmente os das outras pessoas.

Facebook / Youtube


A importância de pedir ajuda.

Ninguém precisa passar por isso sozinha. Por favor peçam ajuda! Muitas mensagens que recebemos no grupo são de sobreviventes desesperadas e sim, é mesmo desesperador, muitas não resistem a essa dor. Eu mesma já tive muita dificuldade com isso mas garanto a vocês que vale a pena pedir ajuda!

Youtube


Assédio no trabalho

O trabalho infelizmente é um local de assédio constante. Nessa live eu e a Olivia Godoy do canal Olivices conversamos com a audiência e trocamos muitas idéias a respeito. Assédio no Trabalho


Sexo depois do estupro

parte 5 — Contar ou não contar? Aqui temos uma série de 5 vídeos falando apenas de sexo depois do estupro. Parte 1: Sexo depois do estupro. Parte 2 — padrão comportamental depois do estupro. Parte 3— verbalizando o estupro. Parte 4 — se não ha consenso, é estupro.

Contar ou não contar? Série de vídeos pro canal SEXnap


Relatos

Muitas pessoas estão unindo força pra falar sobre isso. São milhares de relatos e aqui selecionei alguns deles, especialmente os que tem vídeos:

Karina Buhr, cantora brasileira que denunciou o estupro sofrido por um líder religioso, Xuxa sobre abuso na infância, Jaqueline Heinrichs, Marcus Carnero, Clara Averbuck com um vídeo onde MARIA DA PENHA participa, Olivia Godoy, Jessica Scipioni, Ana Lucia, Nalua, Mônica Martelli, Cleide, Fabiola Melo, Sabrina Bittencourt, Cida em depoimento pra Ong Hella — Grupo de apoio a mulheres vítimas de violência, Andreza Nascimento, Rodrigo Martins fui estuprado quando criança, Fui estuprado pelo meu irmão reportagem da da incrível Geledes — Instituto da Mulher Negra - que faz um trabalho extraordinário, Giselle Itié, Elizabeth Ohene que contou aos 74 anos sobre a violência que sofreu 67 anos antes — nunca é tarde! Andy Woodward: pedófilos se aproveitam do futebol; 25 homens sobreviventes de estupro contam o que ouviram